Seu navegador não suporta javascript.
Portal do Governo Brasileiro
Aumentar Contraste Diminuir Fonte Aumentar Fonte

  
Notícias
Brasil sobe seis posições em ranking mundial de velocidade de conexão
12/06/2017
imagem transparente

08/06/2017

Brasil sobe seis posições em ranking mundial de velocidade de conexão
Fonte: Tele Síntese    

País agora ocupa o 79º lugar na lista dos 241 monitorados pela Akamai. Velocidade média da banda larga fixa é de 6,8 Mbps, abaixo da média mundial. Também houve melhora na conexão móvel
 
O Brasil galgou seis degraus no ranking mundial de velocidade média de conexão feito trimestralmente pela empresa Akamai. A empresa, dona de uma rede global de entrega de conteúdo, mede o tráfego destinado a 814 milhões de sites. Segundo o mais recente levantamento, referente ao primeiro trimestre deste ano, o usuário brasileiro navegou com velocidade média de 6,8 Mbps. No trimestre anterior, a média foi de 6,4 Mpbs.
 
O aumento foi o suficiente para fazer o país passar do 85º lugar, para o 79º das nações com internet mais rápida do mundo entre o final de 2016 e março deste ano. Nas Américas, Estados Unidos, Canadá, Uruguai, Chile e México têm internet mais veloz.
 
Apesar da melhora, a velocidade ainda fica abaixo da média mundial, de 7,2 Mbps. O país com banda larga mais rápida continua a ser a Coreia do Sul, onde a velocidade média por conexão é de 28,6 Mbps, quatro vezes mais que a brasileira.
 
Os dados mostram que cresce rápido a adoção de conexões com mais de 15 Mbps no Brasil. Embora ainda sejam minoria – 5,8% do total de acessos banda larga – os links com esta velocidade aumentaram 451% ao longo dos últimos 12 meses. Isso faz do país o que mais cresce no segmento nas Américas. Ainda assim, fica longe da penetração vista nos EUA (48%), Canadá (40%), ou Chile (15%).
 
No caso da banda larga móvel, a velocidade média do acesso brasileiro foi de 5,2 Mbps. Melhorou em relação aos 4,7 Mbps registrados no trimestre final de 2016. Segundo o relatório da Akamai, a velocidade deve continuar a subir nos próximos meses, graças à crescente adoção do LTE no país.



Fonte: Idec

Para acessar o site Idec, clique aqui.

Nossas notícias são retiradas na íntegra dos sites de nossos parceiros. Por esse motivo, não podemos alterar o conteúdo das mesmas até em casos de erros de digitação.
imagem transparente




Voltar
Notícias relacionadas
CLIPPING DO PORTAL



Gostaria receber o clipping?


Parceiros Parceiros Parceiros Parceiros Parceiros