Seu navegador não suporta javascript.
Portal do Governo Brasileiro
Aumentar Contraste Diminuir Fonte Aumentar Fonte

  
Notícias
Qual o tempo máximo que podemos ficar sem tomar banho? Médicos respondem
14/06/2017
imagem transparente

Thiago Varella
Colaboração para o UOL 14/06/2017 04h00

Pelo menos uma vez ao dia, nós tomamos banho. Nós, brasileiros, que não aguentamos ficar muito tempo sem jogar uma água no corpo por conta do calor que faz por aqui. Mas isso é realmente necessário para a saúde?

O UOL ouviu dois médicos especialistas para tirar todas as dúvidas em relação ao banho. Uma ducha diária basta para ficar limpo e não comprometer a pele. Muito mais do que isso, pode trazer problemas.

Para quem não gosta tanto de banho, dá para ficar sem se lavar por até quatro ou cinco dias sem comprometer a saúde. 

Ficar muito tempo sem uma boa ducha pode levar a acúmulo de sebo na pele e grumos de bactérias que, por sua vez, podem desencadear doenças de pele, explica a dermatologista Betina Stefanello.

Por que muito banho faz mal?
Nossa pele é recoberta por um manto lipídico. Essa gordurinha funciona como uma barreira que nos protege de forma bem natural. Mas, a proteção não é eterna e pode ser prejudicada pelo excesso de banho e pelo uso de produtos de má qualidade.

"A capa de lipídios tem um pH ligeiramente ácido, em torno de 5,5. Esse é o número chave que impede a passagem de bactérias, vírus e ácaros. Por isso é tão importante usar produtos que não alterem sua acidez", alertou Betina Stefanello, médica da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Segundo ela, o excesso de banho pode levar à xerose cutânea, que nada mais é do que a pele excessivamente seca. Essa condição facilita doenças como a dermatite atópica e infecções como a pitiríase ou alergias. 
Getty Images

Mesmo no frio, banho muito quente não faz bem para a pele
Banho muito quente, não
Além disso, existe outro grande vilão para a pele, a água muito quente. Claro que um banho morno, à noite, antes de dormir, é até relaxante e não faz mal algum. Mas, por conta do frio do inverno, muita gente gosta daquela chuveirada com a água "pelando". E isso faz um mal danado.

"O banho muito quente enfraquece as defesas da pele. A pele se resseca e isso pode causar micro-fissuras", explicou Rodolpho Telarolli Junior, médico sanitarista da Unesp (Universidade Estadual Paulista). Como a superfície da pele é ocupada por fungos e bactérias que, normalmente, convivem conosco sem problema algum, quando a barreira cutânea é quebrada, pode haver o desenvolvimento de doenças.

iStock

Não precisa esfregar forte para limpar
Existe jeito certo de tomar banho?
Para a médica Betina Stefanello, o sabonete deve ser esfregado nas mãos em vez de diretamente na pele.

O ideal é começar lavando as áreas de maior transpiração, como axilas, partes íntimas e pés, pois é onde o acúmulo de bactérias é maior e onde possui maior odor. Em seguida, passe para o restante do corpo.

Já o médico Rodolpho Telarolli Junior alerta para o uso de esponjas esfoliantes durante o banho.

"Não é preciso esfregar vigorosamente. Não é isso que vai limpar. Passar a mão cheia de sabão pelo corpo já é bem suficiente", ensinou.



Fonte: Uol Notícias

Para acessar o site Uol Notícias, clique aqui.

Nossas notícias são retiradas na íntegra dos sites de nossos parceiros. Por esse motivo, não podemos alterar o conteúdo das mesmas até em casos de erros de digitação.
imagem transparente




Voltar
Notícias relacionadas
CLIPPING DO PORTAL



Gostaria receber o clipping?


Parceiros Parceiros Parceiros Parceiros Parceiros